sexta-feira, 13 de maio de 2011

Rocker

O Rock n' Roll desenvolveu-se ao longo da década de 50.


Os efeitos sociais do rock foram massivos e mundiais. Muito além de um simples estilo musical, o rock influenciou estilos de vida, moda, atitudes e linguagem. Alguns acreditam que o novo gênero pôde ter ajudado a causa do movimento dos direitos civis nos EUA, porque tanto jovens brancos quanto negros apreciavam a nova música.




No início, os roqueiros tinham uma base quase generalizada de estilo, topetes, jaquetas de couro, camiseta branca, calça jeans e mocassim sem meia, o Rockabilly que serviu de influência para o surgimento dos subgêneros do estilo.










Mais tarde, o estilo "rebelde sem causa" deu brecha ao típico estilo dos motoqueiros, que deu brecha às subdivisões do estilo rocker, que vai desde o metaleiro, passando pelo glam, chegando ao punk.








Como o glam, o metal e o punk são subdivisões bastante distintas do rock, vou falar um pouco de cada um dos três.




Glam




David Bowie foi o grande (e bizarro) inspirador do estilo glam. Predomina o uso das calças de couro, os prints de onça e outros animais, cílios postiços, purpurina, makes psicodélicas, muitas tachas, luvas, enfim. Tudo o que possa compor um look andrógino e irreverente.








Hoje, o glam tomou ares bem mais sofisticados, os quais o tornou significativamente reconhecido como new glam, GLAMour. O new glam hoje é tendência seguida em todas as estações, que não deixa a desejar com todas as suas tachas, paetês, prints divertidos, correntes e brilho localizadamente excessivo.
















 




A diva pop Lady Gaga, com todas as suas extravagâncias visuais,  é um dos maiores ícones do estilo glam da atualidade, e tem como ídolo e inspiração o próprio David Bowie.












Metal




Metaleiro que se preza usa ACESSÓRIOS.
Além da cabeleira comprida, e das camisetas de bandas, os acessórios são um fator primordial na montagem da produção dos metaleiros, as vezes não é preciso mais do que um bracelete de metal pra indicar que dentro daquele homem o rock toca mais alto.


Ozzy Osbourne que o diga


 




O coturno, as calças jeans rasgadas, os casacos de couro, o preto predominante, as tachas e a bandanas completam o estilo dos metaleiros, que surgiu no final da década de 60 e permanece o mesmo até os dias atuais, com algumas adaptações claro, mas sem perder o foco inicial.

Axl Rose foi o grande popularizador do uso das bandanas. Muitos dizem que ele usava para esconder sua calvície, e independente do motivo pelo qual Axl resolver aderir as bandanas ao seu estilo, uma multidão o seguiu e o acessório tornou-se mais uma das identificações dos roqueiros.


 


O estilo metal de hoje também teve pendência para o lado mais sofisticado, já que por ser um estilo marcante e até cultural, o metal tornou-se uma macrotendência, ganhando um espaço merecido no mercado da moda em geral.
Seja na unkle boot com tachas, na jaqueta perfecta de couro, nos braceletes de rebite, nos prints com correntes, ou caveirismo, o metal não deixa de estar em evidência.


Nos dias atuais, um dos ícones femininos mais reconhecidos do estilo é a bela Avril Lavigne, que influenciou muitos jovens à aderirem ao estilo metal (que no caso da Avril tem ao mesmo tempo uma pitada de punk e erololi)















Punk's not dead!






O movimento punk surgiu como uma manifestação juvenil nos anos 70 e foi caracterizado quase que completamente por um estilo baseado em música, moda e comportamento.
No geral, os punks não costumam aceitar o termo "moda" quando refere-se ao estilo, pois é entendido estritamente como "modismo", ou "faça você mesmo". 








O estilo punk é reconhecido por elementos típicos como o moicano ou spike, pela grande quantidade de acessórios metalizados, piercings, coturnos ou tênis Converse.
Uma das marcas registradas dos punks também são as jaquetas em couro ou jeans, com rebites, patches e mensagens escritas nas costas, geralmente são manifestos contra o preconceito social.






A idéia inicial, popularmente difundida e equivocada do estereótipo punk, foi planejar o estilo como simbolismo da ideologia anarquista e libertária. Por exemplo, o estilo skinhead (que é justificado como símbolo de repúdio ao exército) influenciou o uso do coturno na cultura punk.








Malcolm McLaren foi o grande popularizador do punk inglês, foi empresário e mentor da banda Sex Pistols e morreu em 2010 aos 64 anos.














Hoje o punk também aparece influentemente nas tendências da moda, e perfaz estilos que esbanjam atitude, rebeldia e sensualidade.
















Conheça o estilo de Felício, Igor, Flávia Aline e Lucas. 



Analisando Estilos




Este é Felício residente em Mogi Mirim, no interior de São Paulo. Ele é vocalista da banda AHI-5, que toca clássicos do metal. Calças jeans resgadas, coletes jeans customizados, bandanas, óculos escuros e cabelos longos compõe o estilo do Felicio, sendo assim, fica mais do que evidente que o estilo metal define a personalidade do vocalista.


Este é Igor Comune, residente em Monte Sião, Minas Gerais e um dos meus grandes amigos. Falando nisso, não pude deixar de citar este grande amante do metal e adepto do estilo.



Lucas, residente em Monte Sião, Minas Gerais. Alguém tem alguma dúvida quanto a definição do estilo dele? Obvio que o Lucas é um punk de marca registrada e tatuagens significativamente cômicas e nostálgicas.
Punk's not dead!





Esta é a criativa Flávia Aline, residente também em Monte Sião, que fotografou essa produção especialmente para o MakeMeWonder, inspirada nos croquis sem cabeça, bastante estilosos por sinal.
Eu diria que a Flávia possui no estilo dela um pouco de cada um dos três segmentos que especifiquei no post.  Glam, metal e punk em harmonia compõe um look perfeito para o biotipo da Flávia Aline, sem desafinar.
Ela adere às suas peças a arte da customização, resultados que não dispensam elogios.







Espero que tenham gostado e se inspirado no estilo Rocker!
Beijos,
Genci Gotardelo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget